Bem-vindo(a) a Hobbie Brasil!

Aprendendo a Voar !

INTRODUÇÃO AO AEROMODELISMO R/C
Então, estás interessado em aprender a voar aviões rádio controlados? Este artigo dá-te algumas informações básicas para que possas começar.
Um dos pontos de partidas mais úteis é associares-te a um Clube/Secção de Aeromodelismo, podes encontrar uma lista no site da Federação Portuguesa de Aeromodelismo. Muitos clubes tem instrutores que te auxiliarão a aprender, desde a construção até a pilotagem dos modelos, dando-te dicas úteis, além de vires a conhecer uma gama variada de modalidades e pilotos ansiosos em compartilhar truques e dicas sobre os modelos e sua segurança, quer seja no ar quer seja na pista.

colmato.jpgQUE MODELO ESCOLHER?
A seguinte recomendação é destinada a modelos de asa fixa. Helicópteros possuem construções especiais e considerações de operação diferentes, consulte alguém na pista como o fazer.
É essencial escolher um avião de treino adequado como o seu primeiro modelo. Até podes achar lindos aqueles modelos em escala pendurados nas lojas de aeromodelismo, mas esse para que estás a olhar não é prático para um primeiro modelo ou mesmo um segundo.
Um avião de treino típico é um modelo de asa alta com estabilidade suficiente para permitir ao modelo voar “sozinho” enquanto o iniciante observa as suas mãos, e ser capaz de voar vagarosamente, o suficiente para dar tempo de pensar. Um modelo maior tem a vantagem de ser mais fácil de ver, e pode também ter a vantagem de ter um voo mais suave , porém, pode exigir mais recursos na hora da construção e/ou de reparos.
Os aviões rádio controlados devem ter pelo menos 3 funções mínimas: aceleração, leme de profundidade (eixo lateral) e leme de direcção (eixo vertical), embora o iniciante esteja a usar os serviços de um instrutor, não há razão para que o avião de treino não tenha uma 4 função, o controle lateral (eixo longitudinal) efectuado com superfícies de comando localizadas nas asas denominados por ailerons. Normalmente o sistema de trem de aterragem usado é o de triciclo ou seja com uma roda á frente (direccional no chão) e um conjunto de duas na parte central do avião, existem também aviões com uma roda na cauda, nestes o trem principal situa-se mais á frente. O motor deverá ser facilmente acessível e de preferência montado verticalmente ou lateralmente.
PEQUENAS DICAS NA HORA DA COMPRA
  • Fuja das lojas cujo dono ou vendedores não sejam aeromodelistas.
  • Não aceite que seja empurrado a comprar grandes modelos ou mesmo um rádio de ultima geração.
  • Verifique se os manuais estão em português.
  • Pesquise os preços na net e em lojas espalhadas pelo nosso país e pelo mundo.
  • Verifique a frequência do rádio e não compre caso não sejam as homologadas para o aeromodelismo em Portugal (35Mhz).
O RÁDIO
Há uma extensão imensa do equipamentos disponíveis de rádios, do simples 2 canais até multi canal, multi computador de memórias. Como um novato deverás procurar pelo menos um rádio de 4 canais. Se o teu orçamento permitir, compra um de 6 canais, assim já ficas servido para o futuro e para um modelo que tenha mais funcionalidades como trem retráctil e/ou flaps.
Qualquer loja de aeromodelismo deverá ser capaz de te fornecer um pacote adequado: ele deverá ter transmissor, receptor, pelo menos 3 servos e bateria Nicad empacotada e carregador de baterias.
O MOTOR
A seguinte recomendação é obviamente feita para motores com combustão interna.
O tamanho do motor é determinado pelo modelo que escolhes-te e que pesará na decisão entre motores 2 tempos ou 4 tempos.
O motor a 2 tempos é o menos complicado mecanicamente e geralmente são mais baratos, também requerem menos manutenção. Entretanto, a menos que queiras um motor mais silencioso deverás optar por um a 4 tempos, porem lembra-te que este tipo de motor requer maior manutenção e cuidados extra com as suas válvulas...
APRENDE A VOAR
Os mais importante para te ajudar a voar é procurares um bom instructor, de preferência um já com alguma experiência. Não é impossível aprenderes a voar sozinho, a menos que queiras passar mais horas a reparar o modelo do que voa-lo, o instrutor aumentará as hipóteses de levares o teu modelo inteiro para casa, reduzindo assim o teu tempo de aprendizagem.

O instrutor também te ensinará a fazeres um "pré-check" no teu modelo para que possas assegurar que o mesmo está seguro e que os comandos estão a trabalhar na direcção certa, um hábito que todos os pilotos, mesmo os mais experientes devem ter.
ESCOLHER UM INSTRUTOR
Verifica por ti os seguintes itens num possível instrutor:

  • É um aeromodelista antigo?
  • Usa cabo de training?
  • Faz o pré-check dos modelos antes de iniciar o voo?
  • Faz o pos-check dos modelos após o voo?
  • Tem Licença para operar modelos?
  • Dá atenção exclusiva aos alunos?
  • Voa em local seguro?
  • Tem paciência para ensinar?
  • Ensina o funcionamento dos motores, rádio e peças dos aeromodelos?

Após verificares estes itens, pergunte a ex-alunos sobre a conduta do instrutor.
Escolher um modelo
Para te iniciares nesta modalidade, um avião de treino também é recomendado. Poderás adquiri-lo já montado ou em forma de kit.
Os kits desta modalidade geralmente são bem explicativos e a sua montagem não é complicada. Tendo uma boa planta e boa vontade, tu mesmo poderás montar sob orientação de alguém mais experiente.
Aprender a voar
Nesta modalidade, com certeza terás muito mais segurança se iniciar os primeiros voos com um instrutor. Além de iniciar-te nos voos, ele te dará dicas de afinação do carburador, ensinará a ligar o motor e a fazer toda a manutenção nos teus modelos e cabos.
As tonturas no início são normais e logo passam se fixares os teus olhos no modelo. O instrutor fica a segurar na tua mão e irá soltá-la aos poucos, isto se não usar o cabo de training, ficando ele próximo de ti até que te sintas á vontade e que consegue aterrar e descolar sozinho.
A partir daí, com um pouco mais de treino, poderás começar a aprender manobras ovais, como loopings, wing over e oitos, sempre sobre a supervisão do instrutor.
No início é normal fazeres aterragens "forçados" e mesmo partires alguma parte do modelo, principalmente ao se aprender a fazer manobras. Uma boa dica é nunca se apaixonar demais pelo primeiro avião. Lembre-se que ele será seu avião de treino e um começo para muitas novas construções.